O PSM, que é porta de entrada para os atendimentos de urgência e emergência, receberá somente pacientes com risco iminente de morte e trauma.

Um grupo com 8 profissionais do Hospital Municipal de Santarém (HMS) Dr. Alberto Tolentino Sotelo participaram de um treinamento do Projeto Lean das Emergências, em São Paulo, onde representantes do Hospital Sírio-Libanês apresentaram ferramentas importantes para reduzir a superlotação na urgência e emergência do Pronto Socorro Municipal, única Unidade selecionada no Norte do Brasil para participar do projeto. A direção da Unidade juntamente com equipe já iniciaram a implantação de alguns processos.

Para o treinamento em São Paulo, foi uma equipe multidisciplinar com quatro enfermeiros, um auxiliar administrativo, dois médicos e direção. O grupo retornou ao PSM ontem e já realizou algumas ações. “Em menos de 24 horas a equipe do PSM já percebeu a mudança, pois impactou na diminuição do número de atendimentos na porta, sem ter prejuízo na assistência do paciente e com foco na humanização”, explicou Christiani Schwartz, diretora geral do HMS.

A coordenadora de enfermagem, Joycineia Assunção, explica que outra ação que vai ser realizada diariamente é o PSM Day, que consiste em reunir com a equipe por 10 minutos para falar do atendimento, dando orientações e recebendo sugestões.  “Entre as mudanças de fluxo está a criação da farmácia satélite no PSM e o um ponto de coleta de sangue contínua. Eu e a equipe estamos muito felizes com o aprendizado e vamos focar na prática diária dos fluxos”, disse Joycineia.

O próximo passo do projeto será a visita de um médico e um especialista de processos do Hospital Sírio-Libanês para capacitar as equipes, identificar oportunidades e implementar ações de melhoria, de acordo com as ferramentas da metodologia Lean. Segundo a direção do projeto, essa fase dura em média 6 meses e após o término desse período, a equipe de controle do projeto acompanha os resultados por mais 12 meses para garantir a manutenção a longo prazo.

Entenda mais sobre o Projeto Lean

O Lean nas Emergências é um Projeto do Ministério da Saúde implementado pelo Hospital Sírio-Libanês, para reduzir a superlotação nas urgências e emergências de hospitais públicos e filantrópicos. É uma filosofia de gestão para melhoria de processos baseado em tempo e valor, desenhada para assegurar fluxos contínuos e eliminar desperdícios e atividades de baixo valor agregado.

Esse projeto faz parte do PROADI-SUS, que é o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde. 

Ascom  HMS