Hospital de Campanha de Santarém supera a marca de 500 pacientes recuperados

Os colaboradores da Unidade comemoraram a saída dos 4 pacientes em ritmo de “festa junina”

Para comemorar as altas médicas, a equipe multiprofissional do Hospital de Campanha de Santarém (HCS) organizou, no dia 23 de junho, o “arrasta-pé das altas” que celebrou o marco de mais de 500 pessoas recuperadas da covid-19. O corredor onde acontece as altas está enfeitado com bandeirinhas, as músicas juninas deram movimento ao “paredão” formado pelos colaboradores e familiares. Uma verdadeira mistura de alegria e choro daqueles que aguardavam os 4 pacientes com alta médica para o tão esperado retorno ao lar.

A paciente Aldriane Pereira, de 26 anos, foi quem recebeu o número 500 das altas. Ela, que é moradora do interior do município de Monte Alegre, contou sobre a dificuldade que sentiu em ter que deixar a única filha de 9 meses aos cuidados da sogra. “Minha maior realização foi ser mãe, não foi fácil deixar ela para trás, mesmo sabendo que era pra cuidar da minha saúde, mas entendo que foi preciso e hoje estou voltando recuperada. Essa animação junina me deixou ainda mais agradecida nesse momento especial”, falou.

Para o gestor administrativo da Unidade, Marcelo Henrique, as altas simbolizam um trabalho duro de uma equipe focada em salvar vidas e, em meio ao atual cenário do Brasil, ele fala de esperança. ‘Nesse momento em que o país chora as mais de 500 mil mortes, poder devolver para os familiares 501 pessoas recuperadas é uma satisfação e orgulho para todos nós da equipe que buscamos fazer o melhor a cada dia’, enfatizou.

Junto com o sentimento de alegria pelas altas vem também um pequeno aperto no coração, segundo Rosiane Trindade, 34 anos, que é enfermeira no HCS. Para ela, cria-se um laço com os internados e por esse motivo vem o sentimento de saudades do convívio diário. ‘Nós conhecemos pessoas e histórias de vida, criamos laços, nós tratamos como alguém da nossa família. Dá um aperto no coração a hora da despedida, mas logo passa, por que o importante é vê-los voltando para o seio familiar”, confessou.

Coração leve

O paciente Everton de Almeida de que passou 8 dias na Unidade, relembrou que antes de ser internado tinha o pensamento equivocado sobre a internação em um Hospital de Campanha, para o professor universitário, era considerado o ‘fim da linha’.

“Quem estiver nessa condição procure atendimento médico, venham se tratar, pois se hoje estou curado é graças a cada profissional que deu o melhor para recuperar cada paciente, o trato humanizado fez toda diferença. O atendimento da equipe multiprofissional traz segurança na recuperação física e psicológica”, relatou.

Atendimento humanizado

Com pouco mais de 4 meses de funcionamento, o HCS oferece atendimento clínico, nutricional, psicológico, de assistência social e fisioterapia. O acolhimento aos pacientes tem uma retaguarda de projetos que buscam humanizar cada vez o trato dos internados.

Entre eles, a “visita online”, que permite contato por chamada de vídeo entre pacientes com quadro clínico estável e familiares.

Outro exemplo positivo é a “Cabine do Amor”, ao qual oportuniza um abraço carinhoso entre quem está internado e uma pessoa da família.

Outra ação importante, é o “Pacientes em Movimento”, que está dentro do planejamento de atividades que ajudam no tratamento. Ele é comandado pela equipe de fisioterapia e psicologia, onde de maneira lúdica faz com que os participantes façam movimentos no corpo.

O HCS é fruto de parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Santarém e é gerido pelo Instituto Social Mais Saúde.

Ascom do HCS