Programação alusiva ao Círio de Nazaré emociona usuários e colaboradores no Hospital Abelardo Santos, em Belém

“É tempo de amar, de celebrar e de agradecer as bênçãos alcançadas. Círio é a renovação da fé dos paraenses, é esperança de dias melhores”, declarou o diácono Moisés de Jesus Pablo, durante a celebração religiosa, na tarde desta sexta-feira (8), no Hospital Regional Dr. Abelardo Santos – HRAS, em Icoaraci, distrito de Belém.
Às vésperas da 229º edição do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, pacientes, acompanhantes e colaboradores do maior hospital público do Pará, receberam bênçãos e celebraram a segunda maior festividade católica do Brasil.
O diretor executivo do Abelardo Santos, Marcos Silveira, aponta o alcance positivo que a celebração trouxe ao HRAS. “É missão do Instituto Mais Saúde, que passa administrar a unidade neste mês de outubro, promover uma assistência de saúde de forma humanizada aos seus usuários. A celebração trouxe ao colaborador e aos usuários forças e fé, neste período de renovação chamado: Círio”, frisou.
A Programação faz parte do Projeto Pronto-Sorriso, que todas as sextas-feiras, utiliza de recursos lúdicos no Pronto-Socorro Infantil, para desmistificar a imagem de que o contexto hospitalar é um ambiente apenas de sofrimento e dor.
“Receber uma palavra de ânimo, de fé e ficar em contato com a Nazinha neste período de Círio, é uma experiência única”, observou a autônoma Danielle Reis, de 35 anos, que está com a pequena Gabi, de 5, hospitalizada na instituição. Outra mãe que ficou emocionada com a programação, foi Thelma Linhares, de 28 anos. “Minha filha está com febre, reclama de dor no corpo. Chegar aqui neste hospital e ver Nossa Senhora, é sinal que vai dar tudo certo”, disse.
A satisfação dos usuários é a mesma dos colaboradores. “A palavra de Deus é um acalento, um conforto em um período em que não teremos o Círio nos moldes tradicionais”, explicou a enfermeira Shamira Resques, supervisora do PS e organizadora da programação.

Gestão compartilhada no HRAS
Em parceria com o Governo do Estado do Pará, o ISMS iniciou uma nova fase no HRAS. Para o Instituto, realizar a co-gestão da unidade é mais um passo importante em direção a democratização do acesso à saúde pública de qualidade.
Com o objetivo de melhorias contínuas, a eficiência e humanização guiam os processos internos para garantir atendimento adequado ao usuário. Grandes são os desafios, mas estamos felizes em poder contar com o comprometimento de uma equipe em sintonia com sua missão profissional, que é cuidar de pessoas.
ASCOM/HRAS