HRT comemora 1 ano com gestão do Instituto Mais Saúde e lança campanha contra assédio moral

hrt_assedio

Campanha é apenas uma das diversas ações que o HRT está promovendo neste mês de janeiro. 

O mês de janeiro marca o aniversário de gestão do Instituto Mais Saúde (ISMS) à frente do Hospital Regional Público do Tapajós (HRT). Para celebrar a data, comemorada no dia 06 de janeiro, diversas ações estão sendo desenvolvidas neste mês. A primeira foi o lançamento da Campanha “Não Ao Assédio Moral”, que busca a conscientização sobre os perigos de um ambiente de trabalho desequilibrado.

O evento contou com a presença dos supervisores, coordenadores, diretoria da unidade hospitalar e demais colaboradores. Na ocasião a psicóloga Taynara Aguiar abordou a temática relatando sobre o que são é o assédio moral? Quais são os atos que configuram assédio? e Como denunciar o assediador?.

De acordo com a profissional, “o assédio é a exposição de pessoas a situações humilhantes e constrangedoras com atitudes extremamente abusivas, de forma repetitiva e prolongada, no exercício de suas atividades, com o objetivo de desestabilizar emocionalmente e profissionalmente o trabalhador. É algo que afeta a motivação e bem-estar do assediado e, indiretamente, tem consequências na sociedade”.

Após a palestra, houve um momento de reflexão em alusão ao 1 ano de gestão do HRT pelo ISMS, onde a Diretora Geral, Karla Cajaíba, falou sobre seu sentimento de gratidão por fazer parte dessa trajetória, juntamente com os demais colaboradores da unidade. “O sentimento é de gratidão por estar aqui com vocês e podermos somar forças para que juntos possamos entregar um serviço de qualidade à região do tapajós” destacou a gestora.

Importante destacar que, nesse primeiro de gestão o ISMS, junto a Secretaria de Estado de Saúde, através da gestão compartilhada, implantou inúmeros serviços aos usuários e ampliou tantos outros. Houve a inauguração da Agência Transfusional, teve início aos atendimentos cirúrgicos e ambulatoriais, o setor de nefrologia, UTI Pediátrica e Obstetrícia.

Por: Moisés Sodré