Gripe ou resfriado? Conheça os cuidados e as diferenças

Quinta, 30 Maio 2019 16:00 |

O inverno está chegando e, com ele, sempre chegam sintomas como coriza, espirros, dor no corpo, febre, dor de garganta e dor de ouvido, sinalizando o típico início de uma gripe... ou será um resfriado? A confusão entre as duas doenças respiratórias é muito comum, e foi pensando nisso que preparamos esse artigo! Entenda como identificar quando é gripe ou resfriado e quais são os cuidados importantes nos dois casos!

Gripe ou resfriado: Qual a diferença?

Apesar de apresentarem sintomas e formas de transmissão semelhantes, a gripe e o resfriado possuem causas diferentes.

Muitos acreditam que o resfriado é, na verdade, o começo de uma gripe, ou mesmo uma gripe mais leve e simples. De fato, o primeiro caso se manifesta de forma menos intensa, no entanto, é causado por outros vírus e, dessa forma, não possui nenhuma relação com a gripe.

Enquanto a gripe tem origem no vírus influenza, que inclui subtipos como o H1N1, o resfriado pode ser provocado por diversos vírus, entre eles, o rinovírus é um dos mais comuns.

Os sintomas indicam quando é gripe ou resfriado?

Como os sintomas são similares, identificar quando é gripe ou resfriado pode parecer realmente difícil. Mas alguns sinais podem te ajudar a perceber as diferenças, como tempo de recuperação, complicações e intensidade dos sintomas. Veja o comparativo:

Gripe Resfriado
Surgimento dos primeiros sinais: Início súbito de sintomas generalizados Início gradual de sintomas localizados (nariz e garganta)
Principais sintomas: Febre alta, calafrios, tosse, dor de garganta, dor intensa no corpo, sensação de cansaço, mal-estar e perda de apetite Congestão nasal, coriza, tosse, dor no corpo e dor de garganta leve. Normalmente, não apresenta febre
Duração: Entre uma e duas semanas Em torno de 4 dias
Complicações: Pode apresentar complicações graves, como problemas cardíacos, asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica Raramente apresenta complicações, que podem ser leves ou moderadas

Como ocorre a transmissão?

Independentemente se estamos falando sobre gripe ou resfriado, a transmissão é a mesma: o contato com a saliva do paciente contaminado pelo vírus. Isso se pode dar por meio da tosse, do espirro ou até mesmo pelo compartilhamento de itens como copo, canudo, toalhas, etc.

Como se prevenir?

Entre os cuidados importantes para evitar a gripe ou o resfriado, estão:

  • Lavar as mãos com água e sabão com frequência e higienizá-las com álcool em gel;
  • Evitar o compartilhamento de itens de higiene ou louças, por exemplo;
  • Evitar locais aglomerados ou fechados;
  • Cobrir a boca e o nariz com papel ao tossir e espirrar;
  • Manter as vacinas em dia.

Tem tratamento? Como funciona?

Os vírus causadores da gripe e do resfriado podem ser combatidos pelo sistema de defesa do nosso próprio organismo. Portanto, o tratamento das duas doenças atua com foco na amenização dos sintomas, incluindo medicamentos analgésicos e antitérmicos.

Além disso, antivirais também podem ser prescritos pelo médico para prevenir complicações. Nos dois casos, o repouso e a ingestão de líquido são importantes para a recuperação do paciente.

Como a gripe ou o resfriado podem desencadear outros problemas de saúde, não deixe de consultar um médico para o diagnóstico e o tratamento adequado!

Artigos que você também pode achar interessante