Atenção na Infância: Conheça as doenças pediátricas mais comuns

Quarta, 11 Outubro 2017 14:29 |

Essa semana comemoramos o dia das crianças. Aproveitamos a data para explicar melhor sobre as principais doenças pediátricas, incluindo os sintomas e as medidas preventivas.

Entenda melhor as doenças comuns na infância e saiba como prevenir quem você mais ama!

Catapora

O vírus da catapora, Varicela-Zoster , é altamente contagioso, provocando uma infecção com maior incidência no fim do inverno e início da primavera. O que muitas pessoas não sabem é que o vírus passa por um período de incubação de até 16 dias, mas a transmissão se dá apenas entre 2 dias antes e 6 dias depois do aparecimento dos primeiros sinais.

Sintomas

  • Febre;
  • Coceira;
  • Mal-estar;
  • Perda de apetite
  • Dor de cabeça
  • Dor de barriga
  • Bolhas avermelhadas, que se espalham rapidamente pelo corpo e desaparecem em até 5 dias.

Sarampo

O sarampo ainda é facilmente confundido com a catapora. Vamos entender a diferença: Essa doença, também infecto-contagiosa, é causada por um vírus chamado Morbillivirus. Menos frequente e com maiores complicações do que a catapora, o sarampo apresenta um período de incubação de 10 a 14 dias.

Sintomas

  • Febre;
  • Tosse persistente;
  • Conjuntivite;
  • Coriza;
  • Manchas avermelhadas, que se espalham pelo corpo e desaparecem em, no mínimo, 3 dias.

Além disso, o Sarampo pode provocar:

  • Infecção nos ouvidos;
  • Pneumonia;
  • Diarreia;
  • Convulsões
  • Lesões no sistema nervoso.

Caxumba

Causada pelo Paramyxovirus , a caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas, responsáveis por produzir a saliva e situadas na região a baixo das orelhas. O período de incubação do vírus é maior do que na catapora e no sarampo, podendo variar entre 14 e 25 dias.

Sintomas

  • Febre;
  • Dor de cabeça e na face;
  • Perda de apetite; sensação de boca seca;
  • Dor ao engolir ou abrir a boca;
  • Inchaço no rosto (normalmente, em apenas um dos lados), entre a orelha e o queixo, que atinge o ápice entre o 3º e o 7º dia após o surgimento desse sintoma.

Rubéola

Conhecida como o sarampo alemão, a rubéola se assemelha muito à infecção causada pelo Morbillivirus . No entanto, é menos grave e também menos comum. As características lesões vermelhas são muito parecidas, mas desaparecem mais rápido, bem como a febre e a coceira, que são menos intensas. O principal perigo da rubéola é, na verdade, durante a gravidez; podendo ocasionar problemas congênitos no feto e até mesmo o aborto espontâneo.

Transmissão e Prevenção

O modo de transmissão e as medidas preventivas são similares em todos esses casos. O contágio se dá por meio do contato direto, como pela saliva; ou pelo ar, quando a pessoa infectada tosse ou espirra, por exemplo; bem como pelo contato com objetos contaminados. A vacina também é a mesma e é a principal forma de prevenção. A tetra viral, uma versão atualizada da tríplice viral, é capaz de prevenir contra a catapora, sarampo, caxumba e rubéola em apenas uma aplicação.

Cuidados Importantes

Além das infecções virais que explicamos, outras doenças são muito comuns na infância, como otite, pneumonia, amigdalite e alergia. Com o sistema imunológico ainda em desenvolvimento, as crianças precisam de maior atenção para tratá-las. Por isso, é fundamental manter a vacinação sempre em dia, bem como o devido acompanhamento com o pediatra!

Artigos que você também pode achar interessante