AIDS e DST's: Um assunto que deve ser discutido!

Sexta, 01 Dezembro 2017 15:14 |

Hoje, 01/12, é considerado o Dia Mundial de Combate à AIDS, doença sexualmente transmissível que atinge uma média de 40.000 novos casos por ano no Brasil. Vamos aproveitar essa data para discutir esse assunto tão importante!

A AIDS é causada pelo vírus HIV, que ataca o sistema imunológico, destruindo os glóbulos brancos - células de defesa do sangue. Dessa forma, o organismo fica debilitado e não consegue reagir a simples doenças, como a gripe.

O HIV pode ser transmitido pelo sangue, esperma e secreção vaginal, pelo leite materno, ou sangue contaminado. No entanto, há uma diferença entre possuir o vírus e a AIDS: há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas, mas que podem transmitir o vírus a outras pessoas.

O diagnóstico e o tratamento são essenciais para a qualidade de vida de um portador do HIV. Apesar de não ter cura, há medicamentos que evitam a multiplicação do vírus no organismo e o enfraquecimento do sistema imunológico.

O sexo desprotegido, mais do que a gravidez, pode causar graves problemas à saúde!


Conheça outras doenças sexualmente transmissíveis que, como a AIDS, afetam milhões de pessoas no mundo todo!

DST Causas Sintomas Pontos de atenção

Gonorreia

Essa infecção é causada pela bactéria Neisseria Gonorrhoeae, também conhecida como Gonococo. - Sexo masculino: Dor e ardência ao urinar; secreção de pus pela uretra; dor ou inchaço em um dos testículos.
- Sexo feminino: Aumento no corrimento vaginal, de cor amarelada e odor desagradável; dor e ardência ao urinar; sangramento fora do período menstrual; dores abdominais e na região pélvica.
De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a gonorreia afeta mais de 70 milhões de pessoas anualmente, no mundo todo.

Hepatite B

A hepatite B é causada pelo vírus B, também chamado de VHB. Dor abdominal; urina escura; febre; dor nas articulações; perda de apetite; náusea e vômitos; fraqueza e fadiga; amarelamento da pele (icterícia). Normalmente, os sintomas de hepatite B surgem entre dois a quatro meses após o contato com o vírus, e sua intensidade varia de pessoa para pessoa. No entanto, a doença também pode evoluir por anos sem sintomas aparentes.

HPV

A doença é causada pelo Papiloma Vírus Humano, popularmente conhecido como HPV. Pequenas verrugas que se desenvolvem na região íntima ou no colo do útero, no caso das mulheres. Estima-se que 8 em cada 10 pessoas já entraram ou entrarão em contato com o vírus do HPV. Apesar de muitos casos não apresentarem sintomas, a transmissão continua, e um dos agravantes da doença pode ser, inclusive, o câncer.

Herpes Genital

Há dois vírus que podem causar o herpes genital: o HSV-1 e HSV-2. Dores e irritação que surgem de dois a dez dias após o contágio; manchas vermelhas, pequenas bolhas e úlceras na região genital; dor ao urinar; lesões que podem apresentar sangramento. Segundo a OMS, mais de 500 milhões de pessoas possuem herpes genital, e esse número continua a crescer todo ano.
Os sintomas da infecção atingem principalmente adultos entre 20 e 30 anos.

Sífilis

A sífilis é causada por uma bactéria chamada Treponema pallidum. - Sífilis primária: Feridas indolores.
- Sífilis secundária: Dores musculares; febre; dor de garganta.
- Sífilis latente: Estágio inativo da doença; pode durar anos sem apresentar sintomas.
- Sífilis congênita: Transmitida de mãe para filho durante a gestação ou o parto, pode resultar inclusive em surdez e deformidades nos dentes.
A sífilis apresenta diferentes estágios e os sintomas variam conforme sua evolução. As fases também podem se sobrepor e seguir ou não uma ordem.

Prevenção das DST’s

Os métodos contraceptivos, apesar de prevenirem a gravidez, não são capazes de prevenir a transmissão de doenças. Dessa forma, o uso de preservativo em todas as relações sexuais é imprescindível. Além disso, a vacinação é sempre um método preventivo importante.

Artigos que você também pode achar interessante