Nutricionista alerta sobre importância do consumo de água e risco da desidratação

Quinta, 03 Março 2016 20:54 |

Mesmo com o fim do verão, as pessoas devem manter a hidratação

Rael Sérgio

O verão termina no próximo dia 20 de março, porém, em todo o ano deve-se observar a importância da hidratação. As consequências pela desidratação passam de infecção urinária, até problemas renais. Com todos esses riscos, o melhor é se prevenir, bebendo a maior quantidade possível de líquidos durante o dia, principalmente, água.

A nutricionista Fernanda Caliman alerta que durante o dia, a pessoa adulta pode chegar a perder 2,5 litros de água pela urina, sudorese e até na respiração. "Uma criança tem aproximadamente 80% de água na composição corporal e na fase adulta a média é de 40%", pontua.

A profissional ressalta a vulnerabilidade dos idosos, que tem uma redução na sensação de sede, além do consumo de medicamentos diuréticos. As mães que estão na fase de amamentação também devem ter uma atenção especial, de acordo com a nutricionista.

Existe um cálculo de quantidade de líquidos a serem ingeridos de acordo com o peso. Um adulto deve consumir 35 mililitros de água por quilo, sendo que crianças devem multiplicar de 50 a 60 ml/kg e lactantes consumir 150 ml/kg.

Como nem sempre o mínimo de líquidos é consumido, Fernanda Caliman lembra que em alimentos, como frutas e sucos, há concentração de líquidos que podem ser fonte para o organismo não se desidratar. Ela orienta aos pais que criem formas divertidas que chamem a atenção e desperte o interesse nelas pelo consumo de líquidos.

Fernanda é nutricionista do Instituto Mais Saúde e atua no município de Marechal Floriano, região serrana do Espírito Santo. Na cidade, atua no NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) onde são atendidos grupos de pacientes com hipertensão, diabetes, gestantes e também para o controle de peso e taxas alteradas.

Artigos que você também pode achar interessante