Nova gestão em saúde de Marechal Floriano pode virar modelo para outros municípios

Terça, 10 Novembro 2015 16:52 |

Entrega de medicamentos em domicílio, sistema informatizado interligando as Unidades de Saúde e prontuário eletrônico unificado, são algumas apostas do prefeito para revolução no setor

Rael Sérgio

A gestão compartilhada em saúde, entre o município de Marechal Floriano e a Organização Social Mais Saúde, teve início na última semana trazendo inovações que podem melhorar o atendimento aos usuários do SUS e proporcionar melhores condições de trabalho para os servidores do setor.

O prefeito municipal, Antônio Lidiney Gobbi (PMDB), destaca que o serviço prestado será de qualidade e sempre manterá disponível dados para avaliação dos gestores. “Vou acompanhar dia a dia essa evolução na qualidade do serviço prestado e faremos reuniões periódicas com nossa equipe para avaliação”, pontua o prefeito.

A tecnologia será utilizada para interligar as Unidades de Saúde da sede e do interior da cidade, todos os pacientes ainda serão atendidos com a ferramenta “prontuário Digital”. Se um paciente for consultado em uma Unidade de Saúde e após meses ou anos voltar a ser atendido, o histórico clínico e a medicação prescrita a ele constarão no computador do médico, que fará um melhor diagnóstico.

Lidiney ressalta a importância do uso da tecnologia para otimizar o atendimento, ele destaca que com a implantação do “prontuário eletrônico”, o cidadão receberá o medicamento em casa. A Organização Social Mais Saúde, que faz a gestão junto ao município, vai oferecer o serviço de entrega na residência dos pacientes.

De acordo com o peemedebista, Marechal Floriano será modelo de gestão em saúde para as cidades vizinhas, Gobbi aposta no sucesso e aprovação popular após o serviço ser implantado por completo. “Nos próximos dias, o cidadão florianense vai poder comparar o que era a saúde de antigamente e a revolução que estamos vivenciando em nossa cidade”, finaliza.

Artigos que você também pode achar interessante