Capacitação sobre mosquito causador do zika vírus mobiliza todo o setor de saúde de Marechal Floriano

Quarta, 09 Dezembro 2015 16:56 |
Rael Sérgio

Na manhã desta quarta-feira (09) os servidores do setor de saúde do município de Marechal Floriano passaram por uma capacitação sobre como enfrentar o mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue, febre chikungunya e do zika vírus. O treinamento ocorreu pela manhã no Centro de Saúde Ary Ribeiro da Silva e reuniu funcionários do Instituto Mais Saúde, junto a servidores públicos municipais.

O contágio pelo zika vírus está provocando uma grande comoção nacional com sua relação ao grande número de recém-nascidos, portadores de microcefalia e o fato de vários casos terem sido confirmados da doença em crianças que tiveram o contato com o zika durante a gestação no Espírito Santo.

O coordenador das vigilâncias do município, Wesley Barcellos, explanou sobre o mosquito e áreas de risco, ele informou que são feitas visitas nas residências de dois em dois meses e é necessário que os moradores sempre colaborem com o trabalho dos agentes.

De acordo com Barcellos, a possibilidade da chegada do zika no país foi durante a copa do mundo, quando asiáticos ficaram hospedados na região Nordeste - local onde começou a grande notificação de casos.

Participaram cerca de cinquenta servidores de vários setores, além do prefeito da cidade, Lidiney Gobbi, e o representante do Corpo de Bombeiros Militar, Tenente-Coronel Roger Amaral.

O Instituto Mais Saúde, em gestão compartilhada com o município, está promovendo ações que promovam o conhecimento em busca de resultados de diminuição dos casos de dengue e, principalmente, evitar que o zika prolifere em Marechal Floriano.

A reunião foi encerrada por volta das onze horas, os agentes e servidores vão aplicar as orientações ainda esta semana nas abordagens e visitas a locais de risco de proliferação do mosquito, além das residências de Marechal Floriano.

Artigos que você também pode achar interessante