Tecnologia e saúde: Hospital Regional de Ibirité realiza a primeira cirurgia por vídeo

Quinta, 14 Junho 2018 14:33 |

Desde o ano de 2017, o Hospital Regional de Ibirité realizou mais de 1.400 cirurgias. Mas desde o mês de abril de 2018, o Instituto Mais Saúde implementou na unidade uma nova estratégia para otimizar e aprimorar os procedimentos, com um método recente e inovador no campo da medicina.

No dia 19/04/2018 foi realizada a primeira cirurgia por vídeo no Hospital, técnica conhecida como Videoscopia ou Laparoscopia, quando realizada na região do abdômen.

Como funciona?

A Videoscopia é uma técnica cirúrgica menos invasiva ao corpo humano, substituindo diferentes tipos de operações abertas, sem exigir grandes cortes.

Nesse método, os procedimentos são realizados a partir de pequenos orifícios (de 3 a 12 milímetros) feitos na pele, onde são introduzidos os instrumentos cirúrgicos e uma microcâmera que mostra todo o local a ser operado pelo médico na tela de um computador. Após o término das cirurgias, os orifícios são fechados, deixando apenas uma pequena cicatriz, que geralmente nem precisa da retirada de pontos.

Essa técnica pode ser aplicada em exames de diagnóstico e biópsias, mas também é utilizada em procedimentoscirúrgicos como:

  • Cirurgia bariátrica (cirurgia de redução do estômago);
  • Cirurgia de hérnia (como a hérnia inguinal, hérnia umbilical e hérnia de hiato);
  • Cirurgia ginecológica (como histerectomia);
  • Remoção de órgãos inflamados (como apêndice, baço e vesícula);
  • Remoção de tumores (como pólipos do cólon).

A decisão do uso do método é de responsabilidade do cirurgião, em conjunto aos pacientes, levando em consideração as particularidades de cada caso.

Quais são os benefícios?

  • Maior segurança nos procedimentos
  • Melhores resultados estéticos
  • Pós-operatório menos dolorido
  • Recuperação mais rápida
  • Menor risco de infecção
  • Menos tempo de internação

De fato, a cirurgia por vídeo traz diferentes vantagens, tanto para o paciente como para o médico. No entanto, também requer um treinamento especializado e maior preparação de toda a equipe, bem como equipamentos cirúrgicos sofisticados.

A implantação do método em Ibirité reflete uma constante busca por melhorias e um avanço tecnológico relevante para a área da saúde, tornando o município uma referência na região.

"ESSE É O FOCO E O RESULTADO DE TODA A DEDICAÇÃO E INOVAÇÃO PARA A SAÚDE DE IBIRITÉ."
Gabriella Durans, Diretora do Instituto Mais Saúde.

Artigos que você também pode achar interessante