Usando frases impressas equipe do Hospital Regional do Tapajós humaniza momento de extubação de pacientes internados com Covid-19

Segunda, 24 Maio 2021 13:35 |

Usando frases impressas equipe do Hospital Regional do Tapajós humaniza momento de extubação de pacientes internados com Covid-19

O ato da extubação humanizada emocionou um paciente que ficou 19 dias entubado

A infecção pelo novo coronavírus trouxe graves complicações, uma das principais da Covid-19 é a insuficiência respiratória aguda. Com a necessidade de salvar os pacientes que chegam às Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de maneira bem mais precoce, a adoção da ventilação mecânica tornou-se necessária para o tratamento de casos graves da doença.

Entre os fatores determinantes para o desfecho clínico está a extubação. Assim como no procedimento de intubação, o desmame e o momento de extubação de pacientes com Covid-19 exige precisão. A extubação é o ato da retirada do suporte respiratório.

Para humanizar esse momento, a equipe multiprofissional do Hospital Regional do Tapajós (HRT), passou a utilizar a técnica da extubação humanizada, informando aos pacientes através de mensagem escrita que eles deixariam a ventilação mecânica.

De acordo com a fisioterapeuta Kelly Karine alguns pacientes despertam da sedação agitados e ansiosos e com dificuldade de entendimento, além disso os pacientes sentem o incômodo do tubo, dessa forma os profissionais responsáveis pela extubação buscam acalmar e avisar a retirada do suporte.  “Avisar com as frases foi uma forma que buscamos para humanizar de fato o processo, situando o paciente no tempo e espaço”, complementa a fisioterapeuta Kelly.   

A psicóloga Karina Rui, reforçou que as frases informativas trazem orientação temporal e espacial ao paciente, assim como passam ao paciente a segurança em ver vários profissionais ao seu lado para acolher e fornecer o máximo de cuidado e também como apoio e incentivo aos pacientes que vencem uma etapa da batalha pela vida. “Humanizar é utilizar técnicas que visam o acolhimento e a promoção de cuidados ao bem-estar dos pacientes, pensando nisso os pacientes que passam por um período de intubação ao despertar da sedação se deparam com um cenário desconhecido por ele, junto com o desconforto ao qual se encontra, esta série de eventos faz com que se torne necessário buscar a melhor forma de acolher e tranquilizar aquele paciente”, destacou a psicóloga.

A direção do hospital enfatizou que a unidade sempre primou por um tratamento mais humanizado, oferecendo não só o tratamento clínico que o paciente merece. “O tratamento humanizado vai além de ser apenas simpático, envolve toda a vivência do paciente durante o tratamento, além da equipe empenhada no atendimento. A troca mútua proporciona diversos benefícios tanto para o paciente como para os profissionais. Para os pacientes o tratamento humanizado favorece a memória afetiva, porque ao se sentir acolhido em suas necessidades, tenderá a se recordar para sempre dos bons momentos vividos durante o seu tratamento. Os benefícios são gerais, incluindo a aceleração do processo de cura, devido a isso sempre nos preocupamos em oferecer isso aos nossos pacientes”, ressaltou a diretora-geral, Karla Cajaíba.

Confira o registro do momento: https://www.instagram.com/p/CPLZsEsJkN1/