Barragem em Barão de Cocais: Instituto Mais Saúde prepara hospital

Terça, 21 Maio 2019 11:41 |

Desde o dia 08 de fevereiro de 2019, o município de Barão de Cocais está em alerta com a possibilidade de rompimento de uma das barragens da Mina de Gongo Soco. Os riscos têm se tornado cada vez mais eminentes, demandando um posicionamento preventivo das Organizações Públicas e, em especial, da Mineradora Vale. Entenda quais ações estão sendo discutidas e implementadas na área da saúde pública para que a região esteja preparada em caso de rompimento da barragem em Barão de Cocais!

Divisão de responsabilidades contra riscos de barragem em Barão de Cocais

Desde o incidente em Brumadinho, instituições e órgãos públicos têm estabelecido medidas protetivas e preventivas para as comunidades que vivem em regiões próximas a barragens de mineração em todo o país. Nos últimos meses, o município de Barão de Cocais tem recebido atenção especial, em razão da possibilidade de rompimento da barragem Sul Superior, também pertencente à Vale.

De acordo com a mineradora, o rompimento da barragem de Barão de Cocais pode ocorrer até o próximo sábado, dia 25 de maio. A comunicação clara e honesta quanto aos riscos para toda a população é considerada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais como uma das responsabilidades da Vale, que deve também contribuir com a preparação de toda a comunidade local.

Da mesma forma, as Prefeituras da região e toda a Gerência Regional de Saúde de Itabira também atuam no planejamento e na implantação de medidas capazes de garantir a capacidade de resposta às urgências e emergências nos hospitais e unidades de saúde de Barão de Cocais e dos municípios vizinhos.

O Instituto Mais Saúde, como a Organização Social responsável pela gestão compartilhada do Hospital Waldemar das Dores, também está comprometido com a capacitação e adequação de toda a equipe e a estrutura da unidade para o acolhimento integral da população em caso de rompimento da barragem.

Instituto Mais Saúde segue cronograma de ações em Hospital Waldemar das Dores

Desde o dia 18 de maio, a Prefeitura de Barão de Cocais e o Instituto Mais Saúde, em conjunto à Secretaria de Estado de Saúde Minais Gerais e à Coordenação Estadual de Urgência e Emergência, entre outros órgãos competentes, vêm discutindo oportunidades de melhorias e iniciativas importantes para a preparação de toda a região.

Durante as reuniões, já foi estabelecido um Plano de Contingência Municipal, que considera diversas variáveis e visa implementar uma série de medidas para o gerenciamento de riscos. Além disso, entre ontem e hoje também está sendo discutido a mobilização de ações emergenciais, definição de pontos focais, organograma, responsabilidades, fluxos e agenda de trabalho.

Entre as ações que foram estabelecidas no relatório e já estão em fase de implementação, podemos citar:

  • Implementação de um Centro de Emergências em Saúde Pública nos municípios de Barão de Cocais e Santa Bárbara;
  • Liberação de leitos no Hospital Waldemar das Dores;
  • Planejamento de ações para a garantia do fornecimento de água para a população local;
  • Preparação dos serviços e das equipes de saúde para atuação coordenada em diversos cenários de risco;
  • Indicação das necessidades de apoio das demais esferas do SUS, com foco na resposta adequada às emergências;
  • Finalização da instalação dos geradores nos serviços de saúde;
  • Acompanhamento, organização e distribuição dos estoques estratégicos de insumos, medicamentos e vacinas entre as unidades;
  • Sensibilização dos profissionais de saúde da rede assistencial para abordagem psicossocial de toda a população.

Dessa forma, todos os profissionais, órgãos e serviços de saúde estão completamente preparados para o atendimento humanizado e integral aos munícipes em caso de qualquer risco de rompimento da barragem em Barão de Cocais. Um resultado de uma gestão da saúde em movimento!

Artigos que você também pode achar interessante